Planejamento de Compras

O planejamento de compras é de forma resumida, a ação de controlar e prever os insumos necessários para o estoque da empresa, garantindo o compromisso de entrega e satisfação do cliente. Tal atividade vai além de trâmites burocráticos e se tornou parte da cultura organizacional de qualquer negócio.

 

Uma das formas de começar a montar esse planejamento é definir as bases do que é preciso, de modo a construir e desenvolver resultados. Antes de ir às compras e fechar negócio com os fornecedores, tente levar em conta os pontos a seguir:

 

O que comprar;

Qual a quantidade necessária;

O período em que a compra será feita;

O fornecedor ou vendedor;

O modo como a compra será feita.

 

Otimizar as compras é atualmente um processo estratégico, cujos objetivos influenciam diretamente no fluxo de caixa, na quantidade de insumos no estoque, no equilíbrio financeiro da organização e consequentemente, na credibilidade da empresa e na satisfação do cliente.

O controle da gestão de compras permite uma visão estratégica a respeito das necessidades da empresa a curto, médio e longo prazo. Dessa forma, você impede o acúmulo de insumos no estoque, além de evitar a perda de mercadoria devido ao vencimento do prazo de validade.

 

- Dicas para otimizar o planejamento de compras no varejo

 

Um bom planejamento de compras no varejo vai trazer mais agilidade e eficiência para os processos de compra. Para que tudo funcione bem, é necessário estar atento a diversos detalhes, como os listados abaixo:

 

1. Analise o histórico de vendas

Nesse momento, é imprescindível que você lide com fatos e números reais, não apenas com suposições. Portanto, busque fazer uma análise detalhada do histórico de vendas. Tais resultados darão uma média de quantas mercadorias são vendidas periodicamente e com qual frequência é necessário fazer reposição.

 

2. Estabeleça a frequência ideal de compras

Também será necessário definir uma frequência ideal de compras, entendendo por quanto tempo o estoque estará abastecido e quando será necessário fazer outra compra.

 

3. Defina o orçamento de compras

Ter uma boa noção de qual deve ser o orçamento mensal destinado para compras é muito importante. Assim, você controla a saúde financeira com mais precisão e pode tomar decisões rápidas a respeito da realocação de recursos, caso necessário.

 

4. Escolha os fornecedores

Optar por fornecedores confiáveis no seu planejamento e gestão de compras também é essencial. Assim, você tem a garantia de que terá o que precisa no prazo combinado e poderá firmar compromissos com mais segurança.

 

5. Monitore o estoque

Acompanhar constantemente a quantidade de produtos no estoque é uma forma de antecipar baixas e evitar falta de mercadoria. Busque integrar vários setores da empresa nessa atividade, contabilizando os insumos que cada área necessita e com qual frequência.

 

6. Determine metas de compras

Parte do monitoramento de compras é determinar quais são as metas de cada setor e definir estratégias para analisar se elas estão surtindo o resultado esperado.

Ao elencar quais são as metas de compras esperadas, é possível avaliar se os fornecedores estão entregando o combinado e se o planejamento de compras está adequado à necessidade atual.

 

7. Use um sistema para te ajudar na gestão de estoque

Planejar é um passo muito importante para usar os recursos da empresa de forma eficiente. E contar com um sistema tecnológico vai te ajudar na gestão de estoque por meio da automatização de diversos processos, o que facilita o controle das mercadorias. Muitas são as vantagens do sistema ERP que integra diversas informações dos processos internos da empresa e centraliza tudo em uma única plataforma. Dessa forma, você tem acesso rápido ao fluxo de dados do negócio e consegue tomar decisões de forma mais acertada. A Insoft é especialista nesse assunto, por isso, conte com a gente!